#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


23 fevereiro 2010

O mundo tem as cores que você pinta

Depois de uma longa noite de sono Tibério se acorda, exausto. Parecia mais que ele tinha tomado remédio pra dormir, e tinha mesmo, uma boa dose de calmante 'sossega leão'

Ainda deitado ele olhou ao seu redor, tudo era branco. Ele rapidamente reconheceu o quarto, já ficara ali outra vez, da vez que arrumou confusão com os outros... Nesse cômodo não se via janela, nem relógio de parede, prateleiras ou qualquer outro objeto. O teto era branco, o chão era branco, as paredes também, tudo estava imerso numa imensidão branca capaz de enlouquecer qualquer um de nós.

Tibério fecha os olhos.

Ele vai ao banheiro tomar um banho nas águas mornas da imaginação e sai de lá com energia suficiente para mudar aquela realidade tão sóbria e triste. Ele pinta as paredes de azul, cria um relógio, adorna o ambiente com arranjos florais, quadros, luminárias e tapetes. Ele cria móveis, cama, guarda roupa com bastante vestimentas coloridas, criado-mudo, cabide e tudo mais que existe em um quarto normal. Ele quer ter um quarto normal, uma vida normal, somente isso.

Tibério se livra de tudo que é branco, ele quer ver as cores- mais que isso- ele quer sentir as cores, toda a emoção que elas têm pra passar. Tibério cria cores berrantes, ele quer um quarto fauvista, repleto de alegria.

Com seu pincel mágico ele transforma aquele quarto, pinta uma janela bem grande e dela vê uma paisagem, um campo florido com pessoas interagindo diante do céu amarelado, ensolarado. Ele tem saudade de ver o sol, de sentir seu calor; tem saudade das pessoas também; não entende porque foi privado disso tudo, privado do convívio social.

Tibério ficou lá no chão, encolhido e de olhos fechados, vivendo a realidade que criou pra si mesmo. Ele sabe que detém o poder do pincel mágico e ninguém pode impedi-lo de pintar sua realidade com as cores que ele quiser. Ele sabe que pode pintar o mundo com as suas cores, mesmo que ele permaneça todo branco aos olhos dos outros.

Essa é a ilusão que ele precisa pra manter-se naquele lugar. No final das contas ele sabe que os verdadeiros loucos estão lá fora, vivendo a vida sem cores e enxergando tudo branco, sem usarem seus pincéis mágicos.
[Mente Hiperativa]

4 comentários:

Déia disse...

Pobre homem... precisa mesmo colorir sua vida!!

Pena que a foto não abriu!

bj

Hugo Otávio disse...

Acho que conheço um "Tibério Senna"... :P

Menina Misteriosa disse...

'águas mornas da imaginação'... genial!
Sim, precisamos de mais criatividade e podemos conseguir ver a vida em cores e não só em preto e branco! ;)
Um beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/
http://www.aceuabertodaboca.blogspot.com/

Dione Walker disse...

lembrou muito eu mesmo... vivi alguns anos no branco.

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana