#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


20 novembro 2009

O filho que eu quero ter

'O filho que eu quero ter' é uma composição genial de Touquinho e Vinícius de morais, uma verdadeira apologia à paternidade.

O compositor relata seu amor ao filho desde quando o mesmo só existia em suas aspirações, em suas idealizações mais íntimas. Rapidamente ele já se vê embalando o sono do filhote, mostrando que agora pôde concretizar seu sonho.

Logo em seguida ele se dá conta de como o filho cresceu 'num piscar de olhos' e por isso acalenta seu sono à medida em que o prepara para enfrentar a vida.

Então, ao concluir prazerosamente seu trabalho, o pai se entrega ao seu destino e se despede do filho com o derradeiro beijo. Agora o filho é quem embala o sono do pai, o último sono do pai. Assim, o filho por sua vez passa a sonhar com o filho que ele quer ter um dia, no qual vai depositar todo amor que recebeu numa demonstração clara de gratidão ao seu pai.


Painho sempre colocava essa música pra eu ouvir quando eu era guri... Me traz várias lembranças da minha infância.



video

O filho que eu quero ter

É comum a gente sonhar, eu sei, quando vem o entardecer
Pois eu também dei de sonhar um sonho lindo de morrer
Vejo um berço e nele eu me debruçar com o pranto a me correr
E assim chorando acalentar o filho que eu quero ter
Dorme, meu pequenininho, dorme que a noite já vem
Teu pai está muito sozinho de tanto amor que ele tem


De repente eu vejo se transformar num menino igual à mim
Que vem correndo me beijar quando eu chegar lá de onde eu vim
Um menino sempre a me perguntar um porque que não tem fim
Um filho a quem só queira bem e a quem só diga que sim
Dorme menino levado, dorme que a vida já vem
Teu pai está muito cansado de tanta dor que ele tem


Quando a vida enfim me quiser levar pelo tanto que me deu
Sentir-lhe a barba me roçar no derradeiro bei..jo seu
E ao sentir também sua mão vedar meu olhar dos olhos seus
Ouvir-lhe a voz a me embalar num acalanto de adeus
Dorme meu pai sem cuidado, dorme que ao entardecer
Teu filho sonha acordado, com o filho que ele quer Ter.

[Mente Hiperativa]

Um comentário:

Elis disse...

Eu não conhecia essa música... que coisa linda!

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana