#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


02 março 2011

Minha melhor gargalhada

Minha melhor gargalhada

Nossas vidas são sempre planejadas, pensamos numa profissão, em casar, ter filhos, ser rico, construir uma casa, comprar um barco e etc. Gostamos de ter a ilusão de que estamos no controle de tudo, mas na verdade tudo isso não passa de planos, certezas vazias. Na vida a única certeza que temos é a certeza da morte.

A morte sempre chega, nada é mais democrático do que ela, Reis morrem, astros da música também, pintores, e cozinheiras; nem mesmo Dercy Gonçalves conseguiu escapar da morte, acabou se entregando.


Nada é tão natural e inevitável quanto a morte, então porque ter medo de tratar esse assunto? Porque tem gente que não gosta nem de falar nisso?


A morte não pdoe ser encarada somente como uma coisa ruim, como o fim de tudo, a morte é importante, é necessária. É preciso se preparar para a morte, sobretudo para a morte dos outros que estão próximos a nós.


Eu não sou suicida e nem se trata de uma apologia à morte, pelo contrário, amo minha vida e não penso em morrer tão cedo. Claro que um dia vou morrer, lógico, mas espero que me seja bem velhinho, e que eu esteja bem desprevenido, gargalhando bem alto. Quero morrer feliz, velhinho e rindo à toa, rindo na cara da morte. Quero que essa seja minha melhor gargalhada.

[Mente Hiperativa]

6 comentários:

Allyne Evellyn disse...

Rir na cara da morte, que adacioso! Que lindo!!!

Virgínia disse...

gosteei!! tb quero essa sensação de contentamento e plenitude, quando a gravidade me chamar para casa.

Ana SS disse...

Ah, ótimo...

Ana SS disse...

Ah, ótimo...

Mente Hiperativa disse...

Não é audácia... Só acho que seria a melhor forma de morrer =D

Dario Dariurtz disse...

No mais meu querido, nós esquecemos de viver, o pensar embarreira a alma...

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana