#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


16 março 2011

Um peixe sabe o que é felicidade? E você sabe? Você é um peixe?


Um peixe sabe o que é felicidade? E você sabe? Você é um peixe?


Andei observando meu peixe por esses dias e me veio uma pergunta na cabeça, será que ele é feliz? Será que os peixes sabem o que é a felicidade?

Comecei a me perguntar isso porque ele está meio gordinho e por isso mesmo está fazendo regime, mas como eu posso saber se ele está com fome ou não? Ele não é como um cachorro que arrasta o prato no chão ou insulta o dono, chorando, meu peixe só faz nadar, provavelmente nada quando está com fome e também nada quando está satifeito. Então como eu vou como vou saber se há fome?

Fui pesquisar na internet, alguns sites afirmaram que o peixe beta pode ficar até três dias sem comer. Mas será que eles vivem BEM esses três dias sem comer? O ser humano também vive alguns dias sem comer, mas isso não quer dizer que seja algo agradável. Diz-se muito que a beta pode viver dentro de um copo d'água; o homem pode viver num quarto de 10m², mas isso é confortável? Claro que não...

Será que posso encarar os peixes como seres humanos, ou pelo menos de forma um pouco semelhante? Será que eles são felizes ou infelizes? Ou não tem sentimentos dessa complexidade? E quais sentimentos têm então?

Como vou saber se ele só faz nadar?

Outra coisa, sempre achei que fosse um tédio ser um peixe ornamental, analisando bem ele só faz nadar o dia todo na imensidão (ou eventual pequenez) do seu aquário, nada, nada e nada, sem ter internet, cinema ou livros pra se distrair. Mas pensando bem pra quem nunca navegou na internet, nunca foi ao cinema e nunca leu um livro talvez nadar seja a melhor distração do mundo.

São muitas dúvidas, quanto mais penso mais dúvidas surgem, e nenhuma resposta. Até agora não sei ainda como saber se ele está ou não com fome, não sei se é um peixe feliz ou infeliz, na verdade nem sei se um peixe sabe o que é felicidade. Talvez os peixes sejam como aquelas pessoas que vivem a vida toda sem saber o que é felicidade, mas também não são infelizes (ou pelo menos não se sentem assim), são como zumbis ou robôs, agindo mecanicamente sempre da mesma forma somente pra se manterem vivos. Sendo assim não vou mais dizer que essas pessoas são como zumbis ou robôs, a partir de agora vou dizer que são como peixes!

[Mente Hiperativa]

8 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Você agora complicou. Acredito que uns nasceram para nadar, outros para serem felizes. Eu estou no segundo grupo, posso até não ser, mas que nasci para isso, nasci.
Grande abraço

Paulo Francisco disse...

Acho que somos mais que um peixe. A felicidade dele é nadar e a nossa fecidade estar em nadar e em comê-los rs rs rs.
Um abraço

Paulo Francisco disse...

O MH, lá no cores (em delírio), a Julia é a atriz, sabe!? Então que porra é essa de pedófilo? rs rs rs rs .
Um abraço.

Mente Hiperativa disse...

Leia direito, eu escrevi pOdófilo, com O.

Paulo Francisco disse...

kkkkkkkkkkkkkk Aí MH, tô precisando de óculos com urgência!!!!! Acho que foi este seu peixinho azul rsrsrsr, que me deixou assim rs rs rs
Valeu pelo esporro!!!!KKKK
Um abraço.

Franck disse...

Eu acho que sou um peixe...
Abçs*

Virgínia disse...

esse texto me fez lembrar da Macabéa de a Hora da Estrela. Acredito que o Beta não se sinta infeliz pela realidade que tem. Creio que ele diferente de nós não fica imaginando como seria sua vida num aquário maior ou no seu hábitat natural. Então a felicidade dele é manter-se homeostaticamente bem, mesmo quando seu dono lhe obriga a fazer dieta rsrsrs

Ricardo Roehe disse...

Amigo, obrigado por sua excelente participação no http://maustratosaoidosodenuncie.blogspot.com.
Infelizmente estou tentando acordar a sociedade no Mundo que o nosso idoso não é um objeto onde descartamos.
Não temos apoio de governantes e a nossa sociedade não da o devido valor aos nossos idosos.
Acredito que a divulgação no Mundo com este blog poderei amenizar a dor de nossos idosos e automaticamente construindo um futuro melhor aos nossos jovens.
Abraço fraterno e Muita Luz em seu caminho.

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana