#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


07 janeiro 2010

A arte do perdão

Hoje recebi de meu amigo Hugo, por email, uma sábia mensagem acerca do perdão. De tão e resolvi postá-las aqui. O autor do texto a seguir utiliza uma metáfora bastante pertinente para mostrar o mal que causamos a nós mesmos ao alimentar nossas mágoas, ao negarmos o perdão.

"
A mãe de Lucas estava muito preocupada com ele. Eles já haviam ido a vários médicos, mas nada parecia fazer com que a ferida no joelho de Lucas sarasse. Ele havia se esfolado numa queda de bicicleta, meses atrás, mas por mais que tratasse, aquele machucado permanecia aberto.

Porém um dia, aquela mãe cuidadosa flagrou Lucas. Ele levou um susto! Mas não tinha mais jeito, agora sua mãe sabia que ele descascava a ferida!

- Por que você está fazendo isso, menino?

Lucas não sabia responder o porquê de estar cometendo um ato do qual se envergonhava muito. O prejudicado era ele.

Muitos de nós, adultos, costumamos fazer, com a nossa saúde emocional, exatamente como o que Lucas fazia com o seu joelho, quando deixamos que a amargura seja alimentada no nosso interior. Primeiro acontece algum atrito no relacionamento. Depois, em vez de resolvermos a questão, deixamos que a mágoa fique nos remoendo.

Quando não perdoamos, o mais prejudicado não é a outra pessoa; o sofrimento é reforçado em nós. Não perdoar faz com que sentimentos como ódio, mágoa e ressentimento perdurem. Isto contribui negativamente para nossa saúde mental, física e espiritual. Elas estão intimamente ligadas.

Muitas vezes, temos dificuldade em dar ou receber perdão. Se você não tem muita facilidade em perdoar, provavelmente terá, também, dificuldade de se aceitar perdoado. Portanto, vamos aprender a arte do perdão.
"
[Mente Hiperativa]

4 comentários:

Déia disse...

É...nós somos nossos maiores vilões!

bj

Hugo Otávio disse...

Conheço esse texto...
Acho que vou perdoar por não ter mencionado quem o enviou para você hehehe... :P

Anônimo disse...

Quando pedimos perdão e não somos perdoados, é uma das piores experiências na vida da gente!
Ultimamente tenho sofrido muito com isso. E o mais interessante, é que eu não tinha motivos para pedir perdão, apenas preferi assumir a culpa (que não era mesmo minha) pelo rompimento de uma amizade, ao tentar recuperá-la, mesmo assim, ouvi: "eu não quero te desculpar!"
Não devemos nunca fazer isso com quem quer que seja! Já vivemos em um mundo tão cheio de coisas ruins. Temos pelo menos que fazer felizes as pessoas mais próximas a nós!

TONY disse...

Discordo de vc nobre colega anônimo.
Se vc pediu perdão e não foi perdoado, o problema já não é mais seu. Voce deve ter consciência de que fez a sua parte. Vc estava carregando um peso inútil. Ao pedir perdão, livrou-se deste peso. Se seu pedido foi de coração, levante a cabeça e siga em frente, com a certeza de ter praticado o que Jesus nos ensinou há mais de 2.000 anos.
Quanto ao outro... respeite a posição dele neste momento. Cada um tem seu tempo, sua visão, suas razões mesmo que equivocadas. Tudo na vida segue um curso e natualmente, em algum momento ele perceberá que agiu errado em não lhe perdoar e tentará também, consertar isso. Caso contrário, talvez esta pessoa não saiba realmente o que significa a palavra "amizade".
Abçs fraternos!

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana