#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


25 agosto 2010

A universidade e as bolhas sociais

É sempre assim, na vida colegial a maioria de nós tem seu grupo de amigos que pensam igual, se vestem no mesmo estilo, têm as mesmas atitudes, pontos de vista e preferências semelhantes. Procuramos pessoas 'iguais' a nós e nos isolamos do resto do mundo, formando uma bolha social. Nessa época nossos amigos costumam ser todos da igreja, ou todos atletas, ou todos vagabundos, ou todos nerds, depende apenas de que gueto você pertence, mas em geral são todos do mesmo lugar, seguem todos a mesma ideologia. Assim é no colegial, mas na universidade a coisa muda...

"A universidade muda as pessoas." Você pode ter ouvido essa frase antes, pois algumas pessoas entram de um jeito e saem de outro, começam quietinhas e saem ouriçadas. De fato a universidade pode mudar as pessoas, fazendo-as amadurecer através do contato com inúmeras pessoas que pensam diferente, coisa que na bolha ela não tinha.

Pense comigo, não é à toa que o nome se chama universidade, de fato ela engloba TUDO, ela permite que você tenha contato com todo o universo social, e esse contato é muito importante para o processo de amadurecimento e crescimento do indivíduo. A universidade abre sua mente, ela lhe apresenta o mundo, lhe apresenta mundoS e arranca você da sua bolha de segurança social.

Digo isso porque em geral as pessoas são bitoladas quando saem do colegial, do seu mundinho, de sua bolha, com o tempo são postas em contato com outras pessoas que pensam diferente dela, são de certa forma obrigadas a dialogar, trocar idéias e muitas vezes acabam aceitando como sendo normal aquele comportamento que outrora lhe parecia absurdo, pelo simples desconhecimento.

Com isso eu não quero dizer que necessariamente as pessoas precisam mudar ao entrar na universidade,ou que precisam experimentar de tudo, e MUITO MENOS que todo mundo tenha que virar "porra louca" (não encontrei nenhum sinônimo fiel à expressão).

Tem uma frase que diz: 'o perigo da mente aberta é que alguém pode passar e jogar alguma coisa lá dentro.' Então o que quero dizer é que é importante ter conhecimento de tudo que se passa no mundo, ter contato, saber e respeitar. Se você quiser mudar, aderir ou se afastar de certas coisas é opção sua, mas é importante que se saia da bolha.

Quem poderia ter um ponto de vista formado sobre as coisas que não conhece? É possível dessa forma dissertar, defender ou negar alguma coisa, sem ter embasamento teórico ou conhecimento?

Conhecer o novo, expandir os horizontes é importante; é preciso enxergar que o mundo não se resume a uma bolha colegial, ele é um UNIVERSO. E não há lugar melhor do que a universidade pra começar a descobrir esse tipo coisa, lá a gente descobre que não há verdades, nem errados ou certos, há apenas diferentes modos de encarar a vida e se portar diante dela.

[Mente Hiperativa]

7 comentários:

sweet girl disse...

Na minha vida colegial não tenho nenhum grupo de amigos que pensem igual a mim ou que tenham pontos de vista ou preferências semelhantes as minhas, falo com todos, mas não faço parte de nenhuma bolha ( acho que sou a exceção). E ler tudo isso sobre a universidade só fez aumentar minha ansiedade de fazer parte desse mundo...

Mente Hiperativa disse...

Vai ver que tu é uma tampa sem panela igual a mim RSRS

http://mente-hiperativa.blogspot.com/2009/09/tampa-sem-panela.html

A Bipolar disse...

gostei daqui! to seguindo.

Dario Dariurtz disse...

Sou suspeito pra falar deste assunto, minha vida na universidade não foi nada fácil... Sim, acredito que as pessoas mudem, uma mais outras menos. Eu já estive na universidade por duas vezes, desisti das duas, talvez eu volte e faça outro curso ainda não sei... As vezes o ambiente acadêmico é muito difícil pra mim.

Mente Hiperativa disse...

Mas na verdade a universidade é apenas um marco no nosso contato com o mundo. A saída da 'escola' para a faculdade é que representa esse choque.

Há outras tantas oportunidades de expandir as idéias e a mente. =p

Hugo Otávio disse...

A gente conhece cada "coisa" ahuuahuhauha
:P

Anônimo disse...

tenho ansiedade em saber como é esse mundo de universitarios, faltam poucos meses pra conhece-lo !

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana