#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


26 setembro 2010

Por que morremos? (Parte I)

Somos mortais! Isso não é novidade alguma, a menos que você seja Matusalém, um vampiro ou algum dos membros da Associação Brasileira de letras... (E se for por favor deixe um comentário, ficarei honrado).

Hoje eu me perguntei porque as pessoas morrem. Você já se fez essa pergunta? Porque temos que partir?

Bem, existem várias teorias: falta de comida, superpopulação mundial, evolução pessoal, cumprimento de uma missão... Eu tenho a minha teoria, e explico logo a seguir:

Se por acaso você tivesse a certeza de que é imortal, o que faria logo em seguida? Provavelmente NADA, ou no máximo ia à praia, sair com os amigos, dormir, enfim, faria qualquer coisa que divertisse e relaxasse.

Por isso minha teoria diz que as pessoas precisam da certeza da morte pra poderem viver. Isso mesmo, ou você já ouviu falar que os deuses do olímpio e os anjos do céu fazem faculdade, trabalham ou planejam o futuro? Não! Eles passam o dia se deliciando com uvas e cálices de vinho tinto, descansando sobre as nuvens macias. Eles são Imortais, não precisam se preocupar com banalidades como por exemplo 'o futuro'. Eles não têm calendário, relógio ou datas. Isso é coisa pra nós, pobres mortais.

Quem precisa de garra pra trabalhar, enfrentar dificuldades, resolver problemas se a vida vai durar pra sempre?
Se fôssemos eternos qual seria o sentido de casar, ter filhos, fazer faculdade?

Tudo ficaria pra depois, e depois. Um depois que nunca ia chegar. Então a menos que você seja um anjo ou um deus grego, a sua realidade é bem diferente disso, você (igual a mim) nasceu com um contador regressivo, precisa correr, lutar, VIVER, antes que o relógio pare.

A certeza da morte é que nos dá a vontade de viver. Pode parecer contraditório à primeira lida, mas faz todo sentido. Só vivemos porque sabemos que vamos morrer, senão nada disso faria sentido; a própria vida não teria sentido.


[Mente Hiperativa]

5 comentários:

Flor de Lótus disse...

A morte é a única certeza que temos na vida!Isso é a mais pura verdade é o que nos faz viver e lutar por um futuro melhor, nunca tinha pensado pelo teu ponto de vista,mas é verdade se fossemos eterno deixariamos tudo para depois...
Um ótimo domingo!
Beijosss

Deborah Schcolnic disse...

A solidão demasiada que a todo escritor se apega, faz-nos pensar que é eterna

Deborah Schcolnic disse...

Como vejo seu texto:

http://www.youtube.com/watch?v=9KGcCW82whc

Deborah Schcolnic disse...

Esse seu texto me deixou encafifada. Aí, lembrei de um vídeo que fiz para um poeta contemporânio da Academia de Letras. Veja:
http://www.youtube.com/watch?v=JqWheD3COPk

Hugo Otávio disse...

"A certeza da morte é que nos dá a vontade de viver." Essa frase chamou-me a atenção. O que dói é por diversas vezes termos a certeza nos momentos finais da vida. Quando deixamos de lado as pequenas coisas, desprezando tanta coisa. Que possamos viver intensamente, não temendo a morte, mas sabendo que ela existe e que um dia chegará para todos nós. É no túmulo que todos nós nos igualamos.

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana