#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


26 outubro 2010

Qual é o meu lugar?

Hoje eu pensava qual é o meu lugar, pensando bem eu descobri que lugar algum me cabe por inteiro.

É, talvez eu seja inquieto demais, ou espaçoso, certamente também sou volúvel. Sou, sim, muito volúvel, e tenho uma enorme sede pela novidade.

É triste, mas constato que nenhum lugar me cabe por inteiro, nem mesmo um coração me cabe todinho, não CONSIGO ficar quieto lá dentro, tenho falta de ar, asfixia, vontade de correr e respirar o ar puro. É involuntário.


O fato é que não consigo ficar apenas em um lugar por muito tempo, não fico no mesmo assunto, com a mesma pessoa, com o mesmo grupo de pessoas, não suporto a rotina, a sistematização, a mesmice. Isso tudo me mata, me corrói, me consome.


Por exemplo, normalmente quando as pessoas estão
'ficando', se gostando, quando se amam, elas querem ficar grudadas 24 horas por dia ?! Mas como eu poderia ter saudade de alguém se ela não sai de perto de mim um minuto? Como eu teria alguma novidade pra contar se ela me liga 5 vezes ao dia? Eu não tenho tanto assunto... Fico sufocado.

Talvez eu seja um pouco diferente da maioria, talvez eu precise de um espaço maior do que a média. Além disso alguma coisa dentro de mim me motiva a buscar o novo, a conquistar coisas novas e mudar a realidade constantemente. Preciso disso. É uma busca constante do não-sei-o-quê. Mas quando eu achar eu vou saber o que era que eu procurava.

[Mente Hiperativa]

10 comentários:

Kati Froes disse...

É isso aí, numa relação é necessário que cada um tenha seu espaço, que cada um viva a sua própria vida!

beijos querido!!
até mais

Leca disse...

Mente...
eu realmente acho...
que o único lugar que podemos caber por inteiro...
é dentro da gente mesmo...
Amor não tem nada a ver com tempo...com permanência...
tem a ver com...
cumplicidade...
carinho...
atenção...
Mas como tudo demais é de sobra...
é melhor ser inteiro sempre...
e não metade de ninguém...

Beijos
adorei suas palavras

Mente Hiperativa disse...

Hummm...

"é melhor ser inteiro sempre...
e não metade de ninguém..."

É verdade, gostei disso. bjo

Déia disse...

Nosso lugar é em todo lugar, até achar um canto perfeito pra se aconchegar!
Achei o meu no grandão!
bj

Franck disse...

Ás vezes acho que o mundo não cabe em mim, outras que eu nãoc aibo nele...Algumas outras vezes que meu lugar é a minha casa, os braços de alguém, mas o normal mesmo é saber-me só...dentro de mim!
Abçs!

Hugo Otávio disse...

Depois você me conta.
Interessante.
Mais pistas hehehe...
Se bem que essa eu sabia...

Wanderley Elian Lima disse...

Acho que ninguém gosta de viver sufocado.Liberdade para mim é vital, calar no meu pé, é se dar mal.
Abração

Dario Dariurtz disse...

É uma busca intensa e quase sem resposta, só mesmo o tempo para responder...

Abraço

Flor de Lótus disse...

Oi,MH!Cada um é o que é, uns mais lvires, outros mais presos, uns amam a liberdade outros adoram sufocar,mas acho que o melhor é o caminho do meio o equilíbrio fáccil alcançá-lo não é mas é possível tentar.
Beijos

passaro verde disse...

Só um texto em um blog pra te revelar! quem não te conhecia agora sabe como você é, mas no meu caso ja tinha certeza que você era assim, e não precisou de horas de analise nem de um simples texto, mas sim de uma convivencia curta.

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana