#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


26 novembro 2010

Medo de amar


Espiava o amor pela fechadura

Com a cautela de um menino

Que tinha medo de se machucar

[Mente Hiperativa]

11 comentários:

Ana SS disse...

Que imagem linda!

Elaine Castro. disse...

Olá,
Parabéns pelo blog e pelas "loucuras" escritas, rsrsrsrsrs.
Sigo-te.
Abraços.

Paula Barros disse...

Trocaria o menino pela menina, e ficaria perfeito para mim. rsrs

Tá bom! Não sou tão menina assim. Mas tenho medo de me machucar. De abrir a porta.

Um escrito tão pequeno, mas que para abocanhar quem ler é enorme.

abraço

Mente Hiperativa disse...

"Um escrito tão pequeno, mas que para abocanhar quem ler é enorme"

Que bom, a intenção é exatamente essa, fazer um poema-síntese.

Obrigado pelos comentários pessoal

Tio Dan disse...

Rolou uma inspiração em Nelson Rodrigues, Senna?

"Sou um menino que vê o amor pelo buraco da fechadura. Nunca fui outra coisa. Nasci menino, hei de morrer menino."

Ps.: Tô seguindo a risca essa linda da fechadura! hehe

Déia disse...

Quem se protege do medo de sofrer, sem perceber, está se protegendo do amor também!

bj

Wanderley Elian Lima disse...

"Melhor uma recordação, por mais triste que seja, que nada ter e amor pra recordar."
Abração

Mente Hiperativa disse...

"Rolou uma inspiração em Nelson Rodrigues, Senna?

"Sou um menino que vê o amor pelo buraco da fechadura. Nunca fui outra coisa. Nasci menino, hei de morrer menino."

Ps.: Tô seguindo a risca essa linda da fechadura! hehe "

Não só rolou a inspiração dele como me veio às cabeça quando li a citação lá no teu perfil =p

Camila Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camila Martins disse...

owunn que lindo, Senna!!!
beijoo

Franck disse...

O medo de amar é o medo de ser livre? Dizem!
Abçs**

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana