#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/

HIPERATIVOS:

#ATENÇÃO#

Novo endereço:
http://mente-hiperativa2.blogspot.com/


11 novembro 2010

Medo de ir ao médico?


Essa semana fui ao médico, estava no banheiro quando um senhor comenta comigo: "O tal do hospital é todo bonito, tudo limpo e organizado, mas é o lugar que ninguém gosta de vir né."

Ele nem sabia que tava falando com um futuro médico, como eu poderia concordar com o que ele dizia? Na verdade eu até sou suspeito pra dizer, eu GOSTO de ir ao médico. Ainda digo mais, se eu for ao médico com uma queixa e ele disser que não é nada, eu vou a outro na mesma hora.

Já cheguei a pensar que eu pudesse talvez quem sabe ser um pouco, um pouquinho, hipocondríaco, mas não é o caso, é que eu gosto de ser bem atendido, gosto que o médico pegue em mim, me examine, olhe nos meus olhos, pergunte, faça exames complementares. Se ele fizer isso e disser que não é nada aí sim eu confio e saio satisfeito. Mas se ele nem olha pra minha cara, desdenha das minhas queixas e diz que não tenho nada, como posso acreditar? Por isso procuro outro, depois de um tempo eu entendi que não se trata de hipocondria...

Mas voltando à pergunta daquele simpático senhor, pensei então porque as pessoas têm tanto medo de ir ao médico. Não vejo motivo pra ter medo (ok, eu sei que eu sou Duplamente suspeito pra dizer...). Talvez as pessoas associem o médico à doença, e a doença à morte, mas não tem nada a ver, há doenças que matam e há doenças que fazem viver! Diversas pessoas tiraram força de onde não tinham pra tratar um câncer, aprenderam a lutar e depois disso passaram até a dar mais valor à vida. Não faço apologia ao câncer, claro que não, mas quero dizer que a doença pode ser boa, por mais incrível e contraditório que pareça. É a chance de você fazer as coisas diferentes e enxergar a vida mais bonita após tamanha superação.

Por outro lado, há tantas pessoas que não têm doença alguma e de repente... PÁ, caiu, morreu, assim, de repente, fulminante. Minha vó tinha apenas 66 anos e colesterol controlado por remédios, nenhum problema de saúde mais. Morreu dormindo, de um dia pra o outro, assim, sem mais nem menos.

Então pra terminar eu acho que ir ao médico deveria ser gostoso, é a promoção de saúde, a garantia de uma melhor qualidade de vida, E NÃO O CONTRÁRIO, como muitas vezes parece. O papel do médico é sanar a dor e a moléstia, ele não vai matar você não.

Vejo o sofrimento e as dificuldades de pessoas que acessam o sistema público de saúde, que chegam no hospital às 4hs da manhã pra pegar uma ficha e serem atendidas às 8hs, esperam horas no sol, muitas vezes vêm de ambulância de cidades interioranas que não dispõem de um hospital, outras vezes têm dificuldade de locomoção, precisam de cadeira de rodas ou mesmo uma maca mas não há nada disso.

Vejo isso tudo eu me pergunto, como pode alguém desdenhar de todo o conforto e comodidade de um hospital particular e ainda ter medo de ir lá? Pessoas que têm condições de ir a um hospital com chão de mármore, água gelada, cafézinho, poltronas confortáveis, que têm plano de saúde e se recusam a ir ao médico. Não compreendo o que se passa em suas cabeças.

Não tenha medo de ir ao médico. Ao contrário, tenha prazer, de saber que não tem nada grave, prazer de saber que está sendo tratado, prazer em saber que sua saúde está bem guardada, em boas mãos. E a morte, ah, ela virá buscar a todos nós, ela não tem compromisso com a doença e nem vai buscar ninguém na sala de consulta médica, garanto!

[Mente Hiperativa]

9 comentários:

Amanda disse...

Oie..

Entendo o q quis dizer, eu tenho doença de Cronh, agora ta em remissão, mas quando descobri,na primeira crise, fiquei internada por quase 1 mês, e sai do hospital outra pessoa, com muito mais vontade de viver. Vi muitas coisas ruins, mas muita coisa boa tb, aprendi a respeitar muito mais as enfermeiras, auxiliares e os médicos, que fazem de tudo para proporcionar mais q saúde, dignidade e qualidade de vida.

eu não gosto de ir ao médico, dde tomar remédio, de fazer exame, mas aprendi q é necessário se cuidar.

bjossss

Ana SS disse...

Ah, Sr Mente Hiperativa, precisamos de mais médicos como vc por esse mundo.

Mente Hiperativa disse...

*Amanda, quem viveu um problema de saude e precisou um pouco mais dos medicos sabe o valor que eles tem.

*Aninha, assim eu fico encabulado....

Hugo Otávio disse...

"ele não vai matar você não..."
Pena que nem sempre isso é verdade hehehe... Mas concordo plenamente com o fato de que precisamos confiar em Médicos decentes, que prezam pela vida alheia, que são amantes e ardem de paixão por fazer tudo que está em seu alcançe para que a saúde possa ser restaurada! Viva os bons médicos! Raros, mas ainda existem!

Gilson disse...

Eu particularmente gosto de ir a médicos sempre que preciso e não deixo de fazer meu check up anual.
Quantas vezes por não vermos a tempo uma doença em fase inicial ela se torna letal.

Ótimo post. Estou te seguindo.

Abs

Déia disse...

Admiro os médicos, eu não conseguiria ser...

tenho medo de mexer com minhas fragilidades!

bj

Flor de Lótus disse...

Oi,MH!Td bem?Eu confesso que sou um pouco hipocondriaca eu acho, ou sou como você gosto de ser bem tratada, bem atendida e que as mnihas dúvidas sejam sanadas.
Pena que vivemos num país que dá tanto pouca atenção para coisas tão báscias como saúde e bem-estar.
Beijos

Mente Hiperativa disse...

Talvez os 'hipocondriacos', ou pseudo-hipocondriacos, sejam apenas carentes de atenção. A ausência de um atendimento eficaz os deixa inseguros... Pode ser isso.

MÔNICA E PAULO disse...

Ah, foi tão bom ler este artigo, estava me sentindo tão insegura!

Blogo, logo existo.

Blogo, logo existo.
"... E que fique muito mal explicado. Não faço força para ser entendido. Quem faz sentido é soldado..."

Mário Quintana